Alex Stein Curiosidades

Alex Stein seleciona suas 3 faixas preferidas de 2017

dezembro 21, 2017Portal Underground


O ano de 2017 foi transformador para Alex Stein. Além de um fluxo intenso de gigs no Brasil e na Europa, Alex passou por uma importante mudança em sua identidade sonora, resultado de uma leva de experiências que influenciaram diretamente a forma como ele enxerga os sons de pista. Ao comparar seus lançamentos em uma linha do tempo, é difícil não se impressionar com a evolução. 

Essa nova visão deu a Alex motivação para criar projetos de estúdio diferente do que estava sendo feito nos últimos anos. Essas novas ideias agradaram profissionais de renome no cenário internacional, entre eles Coyu e Oliver Huntemann, que receberam o brasileiro para lançar em seus selos: Suara e Senso Sounds, respectivamente. A nosso convite, Alex selecionou e comentou três faixas que marcaram presença em seus sets ao longo do ano e ilustram esse momento de sua carreira. Confira: 

Zeit - Alex Stein


Essa track foi muito importante pra mim esse ano. Produzi ela no começo de 2017 e fui tocando por algum tempo sem ideia de onde poderia lançar. Depois de alguns ‘not for us’, tive a melhor resposta que poderia esperar: o Oliver Huntemann tinha gostado do som, tocado e aprovado. Eu iria lançar na Senso pela primeira vez, uma conquista muito significante pra mim.

Blooming Era - Enrico Sangiuliano


Eu adoro as músicas do Enrico Sangiuliano e pra mim essa é uma das que mais expressa o melhor que há nele. Simples, pesado, no-bullshit music, mas ainda assim musical e envolvente. Funcionou todas as vezes que toquei e não foram poucas.

Rotlicht - Oliver Hundemann


Essa faixa também é como o exemplo acima. O som é perfeitamente equilibrado e as vezes até calmo, mas o synth caótico que cresce faz um belo estrago na pista - no bom sentido, claro!. É uma track que se tocada no momento certo, realmente causa um feedback insano do público.

Mais conteúdo que pode te interessar

0 comentários

Formulário de contato