Adnan Sharif Barem

Aniversário de 9 anos do Beehive com Barem e Doctor Dru promete ser maior festa da história da casa

agosto 25, 2015Portal Underground


O Beehive está completando 9 anos, quase uma década de um reconhecido trabalho dedicado exclusivamente a evolução do cenário underground e da cultura clubber brasileira dentro da música eletrônica.

Sábado, dia 12 de Setembro, representará muito mais que apenas mais uma edição da colmeia. Nesse dia, DJs e público estarão escrevendo mais um capítulo da história da música eletrônica gaúcha, todos serão personagens de um super evento com mais de 10 atrações e duas pistas proporcionando uma experiência nova e única para o seu público, merecedor dessa grande celebração.

Duas grandes estreias, muitos retornos aguardados e uma super expectativa já transformam o dia 12 de Setembro no maior dia da história da Beehive! 

Data: 12/09/2015
Horário: 23h30min
Local: Beehive Club. Rua Sete de Setembro, 496. Passo Fundo/RS.
Line up: Adnan Sharif, Barem, Dbeat, Doctor Dru, Felipe Barros, Felipe Benvegnu, Leo Janeiro, Lolô Bortholacci, Lookalike, Marcos Deon e Willian Celuppi.
Evento no Facebook 

Adnan Sharif

Adnan Sharif nasceu no Brasil e imigrou para San Francisco na Califórnia em 1987. Sua carreira como DJ começou em 1995, e seu estilo musical inclui todas as vertentes da House Music, indo do deep ao tech.

Ele é fundador e residente da festa Forward SF, que há 11 anos tem sido feita em locais inusitados (underground) e em clubes de San Francisco. Atualmente é realizada trimestralmente. Sua mais nova conquista é a residência no clube D.EDGE de São Paulo, nas festas Freak Chic e Superafter. No final de 2000 ele começou sua jornada na produção musical, lançando suas produções. Suas produções refletem seu background multicultural, filho de palestinos, nascido no Brasil e criado nos EUA.


Barem

Mauricio Barembuem é o Argentino de Buenos Aires por trás de Barem. Ele passou a sua juventude tocando Blues e violão, mas rapidamente tirou vantagem da revolução digital que ele estava vivendo, começando a utilizar programas como Ableton e Reason para desenvolver seu próprio som eletrônico: individualista, essa forma de expressão musical era aquela que Barem realmente apreciava. Com lançamentos em labels como Foundsound e Minus, ele cresceu rapidamente dentro da cena mundial do Techno.

Influenciado por nomes como Perlon, Spectral Sound, Studio One, Ovum, 7th City e Minus, ele começou uma longa jornada com o seu som único, diferenciado. Seu primeiro lançamento, o EP Kleine, na label Unfoundsound Records em 2005 foi responsável por impulsionar a sua carreira. A track "Suki" foi selecionada por uma série de DJs aclamados internacionalmente e relançada em na label de vinil Phonocult dois anos depois. Depois de alguns releases on-line, Barem lançou a compilação "Opal" com Minus para a label Min2Max.

Mais lançamentos se seguiram com Minus, quando o estilo de Barem evoluía de algo forte, digital e abstrato em um tech house mais orgânico, como se vê no seu EP Kolimar. Os lançamentos de sucesso eram seguidos de aparições em grandes festivais como Mutek, DEMF, TimeWarp, Tomorrowland, Creamfields e muitos mais pela América do Sul e do Norte, Europa e Ásia.

Dbeat

Carisma, feeling apurado e saber adaptar-se à qualquer pista, seja ela underground ou mainstream, é o que define DBeat. Essa versatilidade explica a diversidade de grandes atrações com quem já se apresentou, tais como: Alex Under (ESP), Boris Brejcha (ALE), Chemical Surf, Dexterz, Diego Miranda (POR), Digitaria, Do Santos, Fabrício Peçanha, Glen, Life is a Loop, Lookalike, Sebjak (SUE), Vintage Culture, entre outros importantes nomes nacionais e internacionais. 

Atuante há 9 anos na cena eletrônica, é um dos responsáveis pelo crescimento da música eletrônica da região serrana, participando do desenvolvimento de diversos clubs e eventos do segmento.

Recentemente fez sua estreia em dois dos mais importantes clubs de música eletrônica do país, a Beehive Club em Passo Fundo/RS e o Amazon Club, em Chapecó/SC. Hoje DBeat vive um momento de ascensão em sua carreira e confirma apresentações por todo RS e SC.

Doctor Dru

O alemão Doctor Dru é DJ e produtor de House e Techno. Ele foi peça chave para o movimento contemporâneo do Deep House e rodou o mundo nos últimos anos. Ele possui uma história rica e cheia de detalhes musicais: é DJ, produtor, já trabalhou como baterista, tem seu próprio label, compõe junto com outros artistas e, claro, produz seu próprio som, que é emotivo e saudoso, além de ter fixado sua reputação como fornecedor do melhor que há no deep house.


Felipe Barros

Felipe Barros é natural de Frederico Westphalen e seu primeiro contato com a música eletrônica foi no ano 2012, tocando como hobbie junto com alguns amigos. Com o passar do tempo o interesse pela atividade cresceu e hoje estilos como Disco/Funky House/Deep House e Tech House são os que mais o influenciam, além de se espelhar no trabalho de grandes nomes como Mario Basanov, Dixon, Âme, Phil Weeks, Soul Clap, Wolf + lamb, entre outros.

Felipe Benvegnu

Um dos nomes mais fortes da House Music no RS, com grande participação na construção da cena na região norte do RS é um dos responsáveis por manter aquecido o mercado com vários eventos e projetos de grande sucesso na região. Tocando ao lado de renomados artistas nacionais e internacionais, seus enérgicos sets com pitadas de house, tech house e deep, já o levaram a ser contratado para os eventos e clubs mais importantes do Brasil, destacando a sua recente apresentação no verão de 2015 em SC, onde passou pelo Parador Beach Club, Taj e no espaço Lounge do superclub Green Valley.

Leo Janeiro

Com mais de dez anos de carreira, o carioca Leo Janeiro tem à seu favor o groove que adquiriu com o R&B, gênero que o iniciou no mundo da música, e a levada da dance music descoberta nos clubes da Zona Sul do Rio de Janeiro na década de 1990. A mistura de novidades da house music potencializam sua habilidade e o seu bom gosto.


Lolô Bortholacci

Lolô Bortholacci é residente do Beehive Club. Seu estilo de som acompanha as vertentes do House e já tocou ao lado de grandes nomes da música eletrônica nacional e internacional, tais como Nastia, Gustavo Bravetti, Aninha e Daniel Kuhnen.

Lookalike

Lookalike é um projeto duo formado por dois irmãos gêmeos, nascidos em Passo Fundo/RS. Focada e determinada, assim pode ser definida a carreira de Lookalike. Depois de 8 anos de um trabalho determinado e incansável, Diego e Guilherme tomaram o seu lugar como destaques no meio, resultando em oportunidades de se apresentar nos melhores clubs do mundo como, Warung Beach Club, Warung Day Festival, D-Edge, Vibe, Deputamadre e muitos outros. Sintonia é uma parte essencial de cada apresentação do Lookalike. Seu repertório musical é pensado e montado de forma como ninguém faria individualmente, reforçado pelo forte laço natural que eles desenvolveram como irmão gêmeos. É inevitável notar a diferença assim que eles sobem ao palco, musicalmente e energicamente. Alguns anos de trabalho nos bastidores da Beehive Club foram necessários antes que Lookalike pudessem ser considerados grandes incentivadores da cena eletrônica no Rio Grande do Sul. Devido a isso, compartilhar experiências com os principais artistas do mundo como Marco Carola, Seth Troxler, Lee Foss, Nastia, Damian Lazarus, Magda e muitos outros, é uma realidade do dia- a-dia para os gêmeos, um diferencial bem utilizado na sua carreira.

Marcos Deon

Marcos Deon é um artista em plena ascensão no cenário eletrônico sul brasileiro. Seu nome é presença constante nos line ups dos principais clubs e festas do Rio Grande do Sul. Ele reside em Passo Fundo, cidade reconhecida por sua cena eletrônica. Deon é um dos principais responsáveis pela consolidação das batidas progressivas em sua região. Como suas influências, ele cita os renomados artistas Danny Howells, Sasha, Hernan Cattaneo, Luke Fair e Ricky Ryan. Já tocou no mundialmente reconhecido Warung Beach Club, e no exterior se apresentou em Buenos Aires-AR (Gurubox e Shamrock Club) e Lima-PE (Bizarro Club). Moinho Lounge, Save Club, Amazon Club, BeeHive Club, Colours, In House Club, Wish Club, Café de la Musique e Moinho Pub são alguns dos clubs/festas por onde ele também já passou. Atualmente, ele é residente do Moinho Lounge, mantém seus projetos “Deon and Friends” e “MUZIK”, e trabalha insistentemente difundindo e valorizando a música eletrônica inteligente.

Willian Celuppi

O DJ e produtor Willian Celuppi começou a tocar ainda na adolescência e hoje, aos 29 anos, mora em Passo Fundo – cidade com forte influência na cena eletrônica do sul do país – lá mantém uma carreira de sucesso em ascensão. Seus sets e produções seguem uma linha refinada e underground, sendo influenciado, principalmente, pelas vertentes do Tech-House, levando nomes como Marco Carola (Minus), Luciano (Cadenza) e Seth Troxler como referências.


Mais conteúdo que pode te interessar

0 comentários

Formulário de contato